Carregando...
Carregando...

Notícias

Notícia

O blueprint da liderança: como elevar sua organização a níveis mais elevados de sucesso?

Em ''The Blueprint: 6 Practical Steps to Lift Your Leadership to New Heights'', autor Douglas R. Conant mostra que levar uma empresa às alturas pode parecer desafiador, mas não precisa ser complicado

Douglas R. Conant, autor do best-seller ''The Blueprint: 6 Practical Steps to Lift Your Leadership to New Heights'', ainda inédito no Brasil, responde a pergunta acima e mostra que levar uma empresa às alturas pode parecer desafiador, mas não precisa ser complicado.

Conant é considerado um dos 100 melhores palestrantes sobre liderança do mundo, foi ex-presidente e CEO da Campbell Soup Company, ex-presidente da Nabisco Foods e ex-presidente da Avon Products, e é CEO e fundador da ConantLeadership.

Sua experiência foi sintetizada no seu blueprint (que em português significa plano, design ou diagrama), e que poderíamos entender como uma fundação - ou conjunto de princípios básicos e habilidades constantes de uma liderança forte - aplicável em qualquer tipo de organização em qualquer momento da sua carreira.

Com ''The Blueprint" Conant condensou sua vida de experiência e estudo de liderança em um modelo simples de seis etapas ricas em conteúdo que qualquer um pode aplicar imediatamente para transformar sua jornada de liderança.

1ª Etapa - VISUALIZE: O poder da intenção e propósito

O primeiro passo no diagrama da liderança é você visualizar seu futuro, o alcance elevado que quer atingir e aonde pretende ancorar sua jornada. Segundo o autor, para liderar efetivamente, você precisa focar em ser apenas um pouco mais intencional em seu propósito a cada dia.

Para chegar a sua declaração de propósito nítida, você deve responder a três questões: a primeira e mais importante questão da liderança (esta é a oportunidade de visualizar o que seus sonhos mais ousados de sucesso e realização podem ser).

1ª Pergunta: Por que escolho a liderança?

Por que você escolheu liderar pessoas? O que terá o maior significado por trás dessa escolha e que te fará continuar a seguir, com entusiasmo, por toda a sua vida?

Que trabalho você se sente chamado a fazer? Qual é o seu sonho? Como você deseja alavancar seus dons e interesses especiais para fazer o mundo um lugar melhor? O que significa para você, a frase: “melhorar o mundo”?

2ª Pergunta: Qual é a minha promessa?

Esta questão adiciona textura ao seu motivo para liderar porque o ajuda a se conectar com sua promessa: o que você pode entregar. O que faz você diferente? Quais qualidades você não deseja comprometer? Quais partes da sua personalidade você alavancará mais em sua liderança?

3 ª Pergunta: Quais são meus valores?

Para obter uma melhor compreensão do seu propósito - e começar a trabalhar para cumprir esse propósito com integridade, você precisará identificar seu conjunto de valores.

Seus valores estão relacionados aos princípios que você tem mais caro; ou seja, valores são as qualidades, ideais ou preceitos que você espera dos outros e se esforça para incorporar ao seu comportamento. Em suma, eles são seus padrões. É importante conhecer seus valores desde cedo em sua carreira para manter sua integridade.

2ª Etapa - REFLITA: A habilidade de cavar fundo

Usando o entendimento da etapa anterior como um trampolim, você será desafiado a viajar mais fundo dentro de você para aprender quais experiências de vida influenciaram suas crenças sobre liderança.

Aqui você começará a entender como pode inspirar e motivar as pessoas a fazerem melhor, perguntando-se:

- O que motiva as pessoas a darem o seu melhor?

- Como influenciar as pessoas a cumprirem consistentemente alto desempenho em um mundo inconsistente?

A primeira pergunta remete as teorias da motivação que ensinam o porquê das pessoas se engajarem no trabalho por motivos diferentes. Pense sobre o que motivou ao longo de sua própria jornada; e procure conhecer melhor cada colaborador, expandindo sua reflexão para entender o que o motiva. Faça uma lista e observe as sinergias entre o que você considera motivador e os valores que criou na etapa anterior.

A segunda questão reflete sobre sucesso de práticas e táticas para influenciar os outros. Ele detalha mais a questão anterior. O que você aprendeu com grandes vitórias ou sucessos em sua carreira? Que sucessos você foi capaz de replicar durante o tempo? Você sempre foi parte de uma equipe que parecia tão sincronizada e produtiva que bons resultados vieram repetida e organicamente? Se sim, o que criou a magia?

Conant sugere que você identifique de quatro a seis práticas ou ações que trouxeram os resultados desejados ou desempenho superior ao longo de sua carreira.

Nesta etapa, ele propõe compilar um vocabulário de liderança, construído a partir do trabalho iniciado na etapa 1 e adicionando agora a forma e estrutura para as palavras que são significativas para você.

“Quais são as palavras que você usará para encontrar forças e descrever o que é mais importante para você? Que palavras são a chave para a pessoa e líder que você gostaria de se tornar?”

Feito isso, dê uma olhada em sua lista preliminar de crenças de liderança. Use seus valores e seu vocabulário de liderança como um ponto de referência. Por exemplo, se uma das palavras em seu vocabulário de liderança é "integridade", uma crença fundamental de liderança será “sempre seja fiel a sua palavra ", ou poderá ser tão literal e direto como" Eu acredito que um verdadeiro líder lidera com integridade! ”

3ª Etapa - ESTUDE: Estabeleça suas bases

Aqui, você será desafiado a olhar além da sua própria experiência vivida para obter insights mais profundos do mundo ao seu redor através da leitura, observação, prática, e estudo.

O primeiro conceito nesta etapa é a ideia de construir uma rede. E a idéia aqui é muito mais ampla do que a visão limitada que as pessoas pensam do networking (apenas como uma forma de avançar na carreira e construir relacionamentos profissionais).

Para Conant, o segundo conceito de estudo está mais de acordo com a definição tradicional: a ideia de fazer seu “dever de casa”. Isso requer ler sobre liderança, consultar com coaches executivos, buscar mentores... Podemos incluir aqui todo tipo de educação corporativa, como treinamentos, MBAs, cursos online, participação em comitês, etc.

Conant apresenta um programa, “O Entourage of Excellence ™”, no qual ele oferece uma estrutura para o desenvolvimento de líderes, que envolve desde o autoconhecimento até o desenvolvimento de habilidades de liderança.

4ª Etapa - DESIGN: Projete seu modelo de liderança

A maioria dos líderes tem um plano para as principais iniciativas de negócios que eles desejam realizar: um plano para aquisição de talentos, um plano para desenvolvimento de negócios, um plano para aumentar as vendas e assim por diante.

O planejamento é desenvolvido no mundo dos negócios por uma razão. Para fazer as coisas, você precisa de um caminho a seguir. Esta etapa é para equipá-lo com um plano para trazer sua liderança para a vida no mundo real. Primeiro, você criará um protótipo e, em seguida, você vai refinar seu trabalho na próxima etapa.

Catant descreve o modelo de liderança como a representação de um sistema, composto de conceitos e práticas, que se utiliza para ajudar as pessoas, para conhecê-las e compreender qual abordagem utilizar no seu desenvolvimento. Ou seja como liderar.

Esta fundação deverá capturar algumas diretrizes:

- Questões orientadoras sobre como você avançará;

- Dois princípios básicos para acompanhar: pessoas e avaliação de desempenho;

- Clusters: não importa a forma ou modelo que você adota, faça um diagrama das principais áreas práticas importantes para sua liderança;

- Agrupamento: coloque suas ideias sobre a mesa e combine-as com seu propósito e valores;

- Modelagem: faça um design das combinações resultantes e você verá que tem infinitas possibilidades de planejamento.

5ª Etapa - PRATIQUE: Construa seu perfil de liderança

A perfeição vem com a prática, diz o ditado. Logo, a prática deliberada requer dedicação e aplicação inteligente. Se você adaptar sua abordagem de forma consistente, fazendo cálculos e reflexões cuidadosas diante das mudanças, poderá gerir seu autodesenvolvimento.

Para começar, o autor sugere que repasse as etapas anteriores e, então, defina as principais áreas-chave de prática que se tornarão os temas orientadores de seu diagrama de liderança; elas serão o que seus clusters deverão evoluir.

Conant, sugere o ethos do pequeno passo, isto é, que você identifique apenas uma prática para cada área onde avançará em seu blueprint.

Estas metas definem o que é mais importante para o seu plano de sucesso em sua liderança e se incorporam a seus padrões de conduta. Conant dá o exemplo de uma gestora que falava muito, gesticulando, e queria ser melhor ouvinte. Ela decidiu nas reuniões sentar em cima das suas mãos dali para frente. Acabou se transformando.

6ª Etapa - MELHORE: Reforce sua fundação

O ambiente de negócios em rápida transformação é competitivo e implacável. Neste mundo darwiniano somos muito exigidos para sobreviver. Se você não estiver em constante evolução, você está murchando em direção à obsolescência. Como as demandas do mercado exigem agilidade, nós devemos projetar o crescimento contínuo em nosso DNA de liderança.

Nesta etapa, você deve abraçar uma mentalidade de melhoria contínua que o ajude a se adaptar e crescer.

Blocos de construção da liderança

Conant define liderança como “a arte e a ciência de influenciar outras pessoas em uma direção específica”. Para fazer “uma liderança que funcione”, ele apresenta 10 “blocos de construção” , ou princípios de liderança duradouros:

alto desempenho, abundância, inspirar confiança, propósito, coragem, integridade, mentalidade de crescimento, humildade, como posso ajudar e divirta-se.

Mindset de Crescimento

Conant lembra a teoria cunhada pela psicóloga Carol Dweck: primeiro, você deve internalizar a mentalidade construtiva. Em termos simples, as pessoas com código mental construtivo acreditam que a inteligência pode ser desenvolvida e melhorada.

Esta crença fundamental na capacidade de melhorar poderá impulsionar seu crescimento. “Como posso fazer melhor?” é a questão chave permanente para reciclar as 5 etapas do blueprint.

Conant ressalta ainda que Confiança não é apenas uma virtude moral ou social. Atualmente é também um driver econômico das organizações. É uma qualidade que os líderes devem ter! Os stakeholders esperam isso dele. Ele também deve ter integridade (acima da ação, e não o contrário).

Finalmente, Conant sugere que você deve fazer uma declaração de sua liderança às pessoas como um critério para medir sua confiabilidade, para estabelecer as bases para a construção de relações de trabalho produtivas e para modelar o comportamento que você deseja ver refletido em toda a organização. Isso espalhará a confiança de dentro para fora, gerando franqueza e transparência; funcionará como um acelerador de relacionamentos entre os membros da equipe, melhorando o ambiente de trabalho.